Praça do Ferreira


     

   
Nome atual: Praça do Ferreira
Área: 7.603m2
Nome tradicional: Praça do ferreira
Endereço: Limitada pelas ruas: Major Facundo, Floriano Peixoto, Dr. Pedro Borges e Travessa Pará.

NOMES ANTERIORES E RESUMO HISTÓRICO

A praça era um largo. "Em dezembro de 1842, uma lei da Assembléia Provincial autoriza uma reforma do plano da cidade, eliminando dela a rua do cotovelo a fim de ficar ali uma que se denominará Praça Pedro II".

Ferreira foi eleito Presidente da Câmara no ano seguinte, posto que ocupou até falecer em 1859.

A praça tomou os nomes de:
Feira Nova: lugar onde se realizava as feiras semanais, deslocando o centro da cidade da Praça da Sé, para um novo logradouro.
Largo das Trincheiras: Não se sabe bem se foi por uma batalha entre holandeses e portugueses, ou por causa de um Senador que vivia ali e se apelidava de "trincheiras".
Pedro II: Em 1859 em homenagem ao imperador.
Do Ferreira: em 1871, após a morte do boticário Ferreira, em reconhecimento pelos relevantes serviços que prestou a cidade.
Municipal: Durou somente seis meses, depois retornou ao seu nome anterior.

Além dessas denominações oficiais também era popularmente conhecida por "Da Municipalidade", por estar defronte da Intendência Municipal.

A praça sofreu uma série de reformas ao longo do tempo. As mais significativas foram a construção do "Jardim 7 de Setembro" em 1902, época em que existiam quatro quiosques denominados: "Café do Comércio, Café Iracema, Café Elegante e Café Java", sendo este último mais antigo (1886) e que se constituia principal ponto de reunião dos intelectuais da Padaria Espiritual.

A praça é reformada em 1914 e a iluminação é feita com cabos subterrâneos.

Em 1920 são demolidos os quiosques e é construido o célebre coreto, considerado na época o coração cívico da cidade.

Em 1932, foi demolido o coreto e construido no seu lugar a Coluna da Hora, com seu relógio que servia de orientação a toda cidade. Sua inauguração foi nos princípios de 1934.

Em 1949, no local onde fora o velho prédio da Intendencia Municipal, se construiu o abrigo centro, situado-se ao norte da Praça e nele existiam boxes de vendas de discos, selos, livrarias, bilhetes lotéricos, tabacarias, café, etc. Servia também de ponto inicial das linhas de ônibus, transformando-o em um lugar dos mais movimentados da cidade. Foi demolido em 1969 e também a Coluna da Hora.

Na última reforma em 1991 recuperou a praça, em versão moderna a Coluna da Hora.

A COLUNA DA HORA
Projeto do engenheiro José Gonsalves da Justa em estilo Arte-Déco com 13 metros de altura, foi o ícone mais representativo da cidade de Fortaleza durante toda sua existência e mesmo depois de sua demolição em 1968.

RELÓGIO
Relógio de quatro faces de origem americana, fabricado por Seth Thomas Clek Co. de Nova York.

Antonio Ferreira Rodrigues

O Boticário Ferreira, nasceu em Nitorói em 1801 e por volta de 1925 conhece a Antônio Caetano de Gouveia, Cônsul de Portugal, o qual o trouxe para o Ceará, como seu caixeiro.
Com 21 anos de idade e com adiantada prática de Farmacologia, obtida na sua terra natal e suas receitas salvaram a mulher de seu protetor, que o ajudou a obter da Junta Médica de Pernambuco licença para montar uma botica e se estabelecer. Em pouco tempo, o boticário Ferreira tornou-se popular pela sua caridade e sociabilidade. Em 1927 casou-se mas nunca teve filhos. Envolveu-se na política e viu-se continuamente eleito para a Câmara Municipal. Dedicou-se inteiramente a política de Fortaleza, durante os 18 anos que foi vereador e procedeu ao levantamento da planta urbana da cidade de Fortaleza. Construiu algumas praças, alargou ou ratificou o alinhamento de outras, deu grande impulso a Santa Casa de Misericódia e realizou tantas obras de importância para a cidade que é considerado o seu primeiro urbanista. Demoliu o Beco do Contovelo construindo ali a grande praça que levaria o seu nome.
Morreu em 1859, aos 60 anos.

 

Prédios Históricos



Edificio Cine São Luiz - 1958


Palacete do Pastor - 1914


Palacete Ceará - 1914
Protegido pela Lei Estadual


Farmácia Oswaldo Cruz


Hotel de 1933


Edificio Sul América




comments powered by Disqus

Praça dos Voluntários

Praça do Carmo

Praça Waldemar Falcão

Parque da Liberdade

Praça do Ferreira

Praça da Estação

Fonte: Praça do Ferreira